Reorganizar suas finanças tornou-se uma necessidade premente para muitos brasileiros, dada a situação financeira precária que afeta uma parcela significativa da população. Um levantamento recente destacou que cerca de 43% dos adultos no país estão atualmente enfrentando problemas de endividamento. Diante desse cenário, portanto, é crucial adotar estratégias eficazes para recuperar o equilíbrio financeiro e iniciar um caminho sólido rumo à estabilidade econômica.

Veja também

Finanças

Saiba como organizar suas finanças e sair das dívidas ainda em 2023

Publicidade

Um total de 7 milhões de pessoas no Brasil estão endividadas, bancárias ou não, e a dívida do país cresceu de forma alarmante nos últimos anos, especialmente durante a pandemia. Porém, mesmo diante desta situação desafiadora, ainda é possível tomar medidas para reorganizar as finanças pessoais e iniciar o caminho da estabilidade financeira em 2023.

Diagnóstico financeiro: entenda suas dívidas

Publicidade

Além disso, o primeiro passo para sair das dívidas é diagnosticar com precisão a sua situação financeira. Para isso, pegue papel e caneta e faça uma lista de todas as suas dívidas e despesas essenciais. Ou, se preferir, crie uma planilha detalhada com todos os itens incluídos para uma visualização clara do seu quadro financeiro.

Controle de gastos: identifique e corte gastos

Publicidade


Identificar onde as despesas podem ser reduzidas é crucial. Porque pequenas despesas diárias podem ser economizadas. Além disso, práticas simples como desligar as luzes ao sair de um ambiente e ajustar o chuveiro para a posição de verão em dias quentes podem economizar recursos. Em geral, estabeleça um limite para gastos extras e cumpra-o.

Conversas Financeiras em Família: Compartilhando Metas e Limites


Envolver os familiares neste processo é fundamental. Resumindo, explique como faremos os cortes e como cada um contribuirá para o pagamento da dívida. Então, abra espaço para sugestões de redução de gastos e crie uma lista de prioridades.

Orçamento Financeiro: Planeje e Priorize Pagamentos

Depois de listar suas despesas, é hora de fazer o mesmo com sua renda. Portanto, crie um plano de amortização de dívidas que priorize itens com juros mais elevados, como cartões de crédito. Concentre-se em pagar sua dívida antes de considerar novas despesas.

Estabeleça metas realistas

Estabeleça objetivos realizáveis, como quitar todas as parcelas escolares até o término do ano, e crie planos para alcançá-los.

Desse modo, divida esses objetivos por ordem de importância e avalie o seu progresso a cada mês, ajustando-os de acordo com a sua situação financeira.

Renegocie suas dívidas

Busque estabelecer objetivos claros e procure renegociar as suas dívidas. A renegociação pode resultar em descontos e condições de pagamento mais vantajosas. Certifique-se de negociar diretamente com a empresa a qual você deve ou por meio de programas como o Feirão Limpa Nome do Serasa e o Desenrola, sempre levando em consideração as suas possibilidades financeiras.

Além disso, vale ressaltar que os programas mencionados disponibilizam descontos significativos ao cliente.Além disso, na plataforma do programa Desenrola é possível parcelar os débitos. Para isso, basta acessar o site oficial do programa por meio da sua conta Gov, nível ouro ou prata.

Além disso, busque explorar novas oportunidades para obter uma renda extra. Considere investir em algo que você já tenha habilidade e conhecimento, aproveitando os seus talentos para gerar mais dinheiro.


Aguarde Saiba Mais