Pesquisa mostra que metade dos brasileiros desconhece a portabilidade de crédito. Veja como funciona e quais são as vantagens.

Publicidade

Veja também

Publicidade

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha em parceria com a associação de fintechs Zetta revelou que 60% da população bancária desconhece a portabilidade de crédito. O serviço permite transferir dívidas de uma instituição financeira para outra com melhores condições de crédito. Veja como funciona.

Publicidade

Além disso, de acordo com a pesquisa, 44% dos clientes nunca ouviram falar em trocar de banco para pagamento. Apenas 16% tentaram transferir empréstimo ou salário para outra instituição.

Segundo dados do Banco Central, foram feitos 4,42 milhões de pedidos de portabilidade de crédito em 2021. O volume corresponde a R$ 49,3 bilhões. A modalidade mais procurada em operação foi a pauta salarial, seguida de crédito imobiliário e pessoal.

O número singular impressiona, mas, segundo o município, representa apenas 17,7% da redução salarial em determinado ano. Comparado ao total, fica claro que poucos buscam as melhores taxas mesmo em um país onde a população é tão endividada. Essa opção existe desde 2006, mas parece ser uma novidade para muitos atualmente.

Vantagens da portabilidade de crédito e como solicitar

Segundo o economista Gustavo Moreira, coordenador do MBA na área de finanças do Ibmec-RJ, a principal vantagem de migrar um empréstimo de um banco para outro é a redução das taxas de juros, que permite ao cliente quitar uma parte menor da dívida. A tentativa de portabilidade também pode gerar um novo arranjo de débito no banco originador.

O primeiro passo para aderir ao serviço é analisar as condições de crédito de outras instituições financeiras e avaliar se as ofertas são mais favoráveis ​​do que as do banco onde foi contratado o financiamento ou empréstimo. Antes de solicitar o serviço, solicite ao banco de origem as seguintes informações:

  • Número do contrato e da instituição financeira;
  • Saldo devedor e valor de cada parcela;
  • Número de parcelas a vencer;
  • Prazo total e o que falta para quitação do crédito.


Moreira destaca a importância de ficar atento aos prazos de pagamento e garantia, aos detalhes do novo contrato de empréstimo e se o contrato vai de fato caber no orçamento, para não acabar inadimplente.

A portabilidade permite que o tomador procure uma instituição financeira que ofereça melhores condições. Se o consumidor tiver uma boa proposta de outra instituição, ele pode levá-la ao banco de origem para ver se pode melhorar ou reduzir os prazos do financiamento.

A portabilidade de crédito existe desde 2006 e foi regulamentada pelo Banco Central do nosso país.

Veja como funciona em alguns bancos brasileiros.

Banco do Brasil: é possível transferir para o banco todas as transações de empréstimos consignados e não consignados, empréstimos com garantia de imóvel, financiamento imobiliário e de veículos.

Os usuários têm a opção de simular as condições de portabilidade para cada tipo de empréstimo no aplicativo do BB, em suas agências ou por meio de correspondentes bancários.

Itaú: para realizar a portabilidade de empréstimo pessoal, é necessário simular a operação com um gerente ou aplicativo, então deve preencher o pedido e esperar até cinco dias úteis para que a análise seja concluída.

No caso de portabilidade de financiamentos, a simulação deve ser realizada no site e, em seguida, formalizada a solicitação, que será avaliada com base no histórico de crédito. Se você já tem um contrato com o Itaú e deseja mudar a modalidade de financiamento, as condições podem ser consultadas com a central de atendimento.

Santander: a opção está sujeita à análise de crédito e verificação da margem consignável. O processo completo não deve levar mais de cinco dias úteis.

Para iniciar o procedimento, o cliente precisa apresentar os dados requeridos e também ter um contracheque atualizado que comprove o desconto integral de uma parcela paga. A solicitação pode ser realizada tanto nas agências do banco quanto nos correspondentes.

Inter: o banco disponibiliza a opção de portabilidade de crédito consignado, financiamento imobiliário e home equity. É possível simular a migração utilizando o aplicativo ou o site. Os pedidos serão submetidos à análise de crédito antes da conclusão do processo.

Fonte: Editalcon Cursosbrasil


Aguarde para Download