O Ibovespa, principal indicador da bolsa brasileira (B3), teve forte queda de mais de 2%, para 103 mil pontos, nesta quarta-feira, 18. O dólar, por outro lado, também teve alta expressiva de mais de 2% e voltará ao patamar acima de R$ 5.

Publicidade

Veja também

Publicidade

O mercado avaliou toda a nova âncora fiscal como uma decepção, e dois fatores foram decisivos para isso.

Publicidade

O primeiro foi o número de despesas que devem estar fora dos limites estabelecidos pela nova lei. No novo regime, um total de 13 itens não serão limitados, incluindo despesas com benefícios pré-emprego, transferências para estados e municípios e contribuições para empresas estatais.

Outra parte que levantou preocupações entre os investidores foi uma estrutura de conformidade fiscal mais flexível. Alguns tópicos básicos do projeto, como os resultados primários das metas e os limites para o crescimento dos gastos, serão definidos anualmente pelo próprio governo.

Por causa disso, ações ligadas ao consumo registraram forte queda na bolsa. 

Bolsa em queda, mas dólar sobe

Com a decepção com o arcabouço fiscal, investidores estrangeiros também se sentiram inseguros. Com isso, o dólar que atingiu na semana passada o valor de R$ 4,91 — menor em meses — voltou ao patamar mais antigo. 

Principais índices da bolsa de valores

  • Ibovespa: 103.912,94 (-2,12%)
  • S&P 500: 4.154,54 (-0,01%)
  • Nasdaq: 12.157,23 (+0,03%)
  • Dow Jones: 33.897,34 (-0,23%)
  • Dólar: R$ 5,08 (+2,22%)
  • Euro: R$ 5,57 (+2,07%

Fonte: Oeste