Empréstimo de crédito elétrico: possível? veja mais detalhes

Com tantas promoções, pagar as contas em dia é um sacrifício para milhares de brasileiros. Por exemplo, bandeiras fiscais sobre eletricidade tornam o serviço mais caro. Mas, se algo inesperado acontecer, você sabia que pode receber uma conta de luz? Nesse modelo, o empréstimo da conta de luz é amortizado em parcelas mensais. Ou seja, as parcelas financeiras vêm com o uso mensal. O Brasil tem capacidade para fazer esse tipo de trabalho a partir de 2019.

Empréstimo conta de luz: isso é possível? Veja mais detalhes
Empréstimo conta de luz: isso é possível? Veja mais detalhes – Canva Pro

Empréstimo elétrico: como é?

As opções de financiamento da dívida elétrica são conhecidas como “diferentes empréstimos pessoais”. As taxas de aprovação são mais altas do que outros tipos de serviços financeiros devido à certeza de que o empréstimo será pago. Isso porque, caso contrário, não seria possível acessar os serviços essenciais.

A opção só está disponível se a empresa estatal de energia chegar a um acordo com a instituição financeira. Portanto, quando um empréstimo é solicitado ao banco, a parcela vem junto com a conta de energia. Você só pode usar o serviço se tiver mais de 21 anos e possuir uma conta de energia.

Você também precisa revisar seu registro e estar livre de dívidas antes de solicitar um empréstimo. O crédito nesse tipo de conta se popularizou, principalmente para quem tem dificuldade em obtê-lo de outras formas. Além disso, com o dinheiro disponível, os moradores podem evitar que as luzes da casa se apaguem. Outro detalhe é a quantidade máxima de dinheiro até R$ 3.000,00.

Em outras palavras, esta proposta visa ajudar os cidadãos a sair da crise, manter o fornecimento de energia elétrica e facilitar o acesso ao crédito, tudo ao mesmo tempo. Atualmente, o serviço de empréstimo de energia elétrica pode ser solicitado nas cidades dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Ceará e Rio Grande do Sul.


AGUARDE PARA SAIBA MAIS !
[Total: 0 Votos: 0]

Deixe um comentário