rotações básicas no mapa de Purgatório

Assim como fizemos com o mapa de Bermuda no Free Fire, chegou a hora de estudarmos Purgatório para entendermos como são feitas as estratégias neste mapa e como ter o melhor desempenho a partir disso com seu squad.

O primeiro fator que diferencia de Bermuda é a própria geografia: Bermuda possui apenas duas ilhas, sendo uma para a maior parte das cidades e outra para a cidade de Sentosa, enquanto Purgatório é dividido em três grandes ilhas: a superior, que possui a maior quantidade de cidades, a da esquerda com Marbleworks e Mt Villa-Quarry-Golf Course e a inferior com as cidades de Central, Fire Brigade e Lumber Mill. Em Purgatório não temos lançadores, mas a quantidade de tirolesas no mapa compensa a ausência de um dos recursos mais utilizados em Bermuda.

Cidade de Lumber Mill permite rotacionar lentamente com facilidade — Foto: Reprodução

Cidade de Lumber Mill permite rotacionar lentamente com facilidade — Foto: Reprodução

Rotações Lentas

Em algumas calls é possível ter a estratégia de rotação lenta, no caso de cidades como Mt-Quarry- Golf Course, Moathouse e Lumber Mill, por exemplo. Todas as três calls são localizadas na beira do mapa e podem ser facilmente usadas em estratégias mais lentas. A call de Moathouse conta com movimentação tranquila para Brasília e Fields, além de possuir veículos que auxiliam nessa escolha de estratégia. No caso de Mt-Quarry e Golf Course é possível ter esse tipo de estratégia devido ao loot mais aberto, onde os jogadores devem se separar para ter o melhor recurso inicial possível. Já em Lumber Mill, o loot inicial pode ser completado com a cidade de Campside, mas deve-se ficar atento com Forge, já que o squad de lá também procurará completar seu loot na cidade.

Rotações Rápidas

Algumas calls em Purgatório possibilitam a escolha de rotações rápidas com o objetivo de marcar uma determinada localização e punir as equipes que tentam rotacionar lentamente. As cidades mais conhecidas para essa estratégia são: Fields, Forge e Marbleworks.

Fields é uma das opções devido a sua localização centralizada no mapa que costuma ter vantagem nas primeiras safes, porém é bom ficar ligado no loot inicial, já que é feito de maneira separada pelos jogadores e não é um dos melhores do mapa. Em Marbleworks, o maior problema inicial pode ser eventuais contestações de calls, já que a cidade conta com um loot muito bom e é possível rotacionar facilmente para diversas safes de maneira segura. Forge é uma das cidades de beira de mapa com melhor loot e que conta também com diversos rádios reveladores de safe, que auxiliam em movimentações de squads que tem essa call – Forge – como preferência. Nesse tipo de estratégia, fique atento com o timing de loot do seu squad e de squads que caem próximo ao seu. Assim, a chance de surpreender outros jogadores aumenta muito e sua equipe pode sair com alguns abates iniciais.

Estratégia de Marcação

Na maior parte das vezes, a estratégia de marcação neste mapa fica com as equipes que caem na cidade de Brasília. A cidade localizada no centro do mapa tem recursos suficientes para dois squads, que optam por dividir a cidade no meio. Em Brasília, com uma alta quantidade de construções, é possível enxergar marcações em diferentes pontos da cidade que visam punir outros squads que tentam fazer sua entrada na call. Brasília é a área do mapa de maior disputa e as chances de contestação por lá são enormes, por isso, treinamentos de quebra inicial são recomendados se a sua escolha for cair nessa região.

SAIBA MAIS

[Total: 0 Votos: 0]

Deixe um comentário